"A educação sozinha não transforma a sociedade,

sem ela tampouco a sociedade muda."

Paulo Freire


Direitos Humanos em 2 minutos - Ep #11

Após a abolição da escravidão, o Estado brasileiro cedeu terras aos imigrantes italianos enquanto os afrodescendentes ficaram à própria sorte. Cem anos depois, a Constituição brasileira de 1988 reconheceu a necessidade de políticas reparatórias e de proteção da cultura. Nos últimos 20 anos, jovens negros passaram a ter acesso à universidade por meio de ações afirmativas. (fonte: Imprensa Digital, 2015)

Direitos Humanos em 2 minutos (DH2) reúne artistas, realizadores e ativistas para explicar, de maneira lúdica e acessível, temas complexos como racismo, violência de gênero, justiça fiscal, migração, mobilidade urbana e mudanças climáticas, entre outros.

São 12 filmes curtos, com os atores Iara Pietricovsky e Alexandre Ribondi em cena – os dois dividem também a direção do projeto. Os textos são de Ribondi.

Foi elaborada também uma cartilha sobre direitos humanos, com os principais conceitos e legislações relativas aos temas apresentados no projeto. Esperamos que a cartilha seja uma fonte para professores, alunos e movimentos sociais interessados em discutir direitos humanos de maneira transformadora.

Saiba mais em dh2minutos.org

Direitos Humanos em 2 minutos - Ep #11
Watch the video

Direitos Humanos em 2 minutos - Ep #11

Após a abolição da escravidão, o Estado brasileiro cedeu terras aos imigrantes italianos enquanto os afrodescendentes ficaram à própria sorte. Cem anos depois, a Constituição brasileira de 1988 reconheceu a necessidade de políticas reparatórias e de proteção da cultura. Nos últimos 20 anos, jovens negros passaram a ter acesso à universidade por meio de ações afirmativas. (fonte: Imprensa Digital, 2015)

Direitos Humanos em 2 minutos (DH2) reúne artistas, realizadores e ativistas para explicar, de maneira lúdica e acessível, temas complexos como racismo, violência de gênero, justiça fiscal, migração, mobilidade urbana e mudanças climáticas, entre outros.

São 12 filmes curtos, com os atores Iara Pietricovsky e Alexandre Ribondi em cena – os dois dividem também a direção do projeto. Os textos são de Ribondi.

Foi elaborada também uma cartilha sobre direitos humanos, com os principais conceitos e legislações relativas aos temas apresentados no projeto. Esperamos que a cartilha seja uma fonte para professores, alunos e movimentos sociais interessados em discutir direitos humanos de maneira transformadora.

Saiba mais em dh2minutos.org

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Destaques

Mais Artigos

Fátima, doutoranda da USP, em seu emocionante depoimento no debate O que é preciso fazer quando a miséria e a fome voltam a crescer no Brasil, que...
(51)